Tag Archive | life

outro começo – 2018 – another begginning

Aqui estou eu, mais uma vez apostada em efectivamente ter um blog de publicação relativamente regular. Parece que já fiz isto umas mil vezes (vá, 3 ou 4)!

Desta feita, vamos tentar uma calendarização minimamente estruturada, que vos parece? Um post por semana – parece-me razoável considerando o grau elevadíssimo de procrastinação que habita a minha pessoa. Será que devia fixar um dia na semana? Talvez ajudasse a estruturar-me na criação do conteúdo e a obter a regularidade almejada.

Parece-me que sim, vamos a isso. Um post por semana, Quartas-feiras – estamos combinados? Eu escrevo, vocês lêem e comentam (por favorzinho???)

Feliz 2018!

Here I am again, betting once again on having a relatively regularly published blog. It seems like I have done this a thousand times (well, 3 or 4)!

This time around, let us try a reasonably minimally structured calendar, what do you think? One post per week – it seems reasonable, taking into consideration the degree of procrastination which inhabits me. Should I schedule a day of the week? Perhaps it would help structuring myself in content creation and obtain the desired regularity.

It seems to me like it’s a yes, let’s do it. One post a week, Wednesdays – is it a deal? I write, you guys read and comment (pretty please???)

Happy 2018!

Advertisements

Palavras | Words

Ando a sentir necessidade de escrever. Como se tivesse alguma coisa cá dentro a querer sair. Como se fosse esse o propósito de por aqui andar neste planeta, o meu desígnio.
Depois, acontece a vida. Trabalho, contas para pagar, família, amigos, hobbies e coisas que gosto de fazer e que me dão alegria, o simplesmente ficar a vegetar no fim-de-semana e recarregar as baterias, desligando o cérebro.
Como equilibrar esta necessidade que tenho, tão visceral, com o meu dom inato para a inactividade? Como fazer esse amor ardente pelas palavras ser mais forte que o cansaço e a preguiça e -A INTERNET- ?

Estou melhor em vários aspectos…agora conseguir fazer de algo que me move
de dentro para fora ser algo que me permita viver de alguma forma…como?
Um passo de cada vez, não é? Vamos aos poucos, um dia lá chegarei!

divider-line1
I’ve been feeling the need to write. Like I have something inside wanting to get out. As if that was the purpose of me being around on this planet, my design.
Then, life happens. Work, bills to pay, family, friends, hobbies and things I like and that give me joy, the plain and simple ‘couch-potatoing’ over the weekend, recharging batteries and turning my brain off.
How to  balance this need I have, so visceral, with in born gift to do nothing at all? How to make this ardent love for words be stronger than being tired and laziness and – THE INTERNET- ?

I am better in many aspects…now to achieve being able to do something
that moves me from the inside out as a means of living somehow…and how?
One step at a time, right? Bit by bit we go, I’ll get there someday!

Poesia FIB

Um blog que sigo, o Learning to Live like Water, apresentou-me esta forma de poesia: os FIB. Poemas com base na Sequência Fibonacci, que ditará o número de sílabas ou palavras em cada verso. Achei interessante, pois os números de Fibonacci fascinam-me, especialmente pela sua presença na Natureza lado a lado com a Proporção Áurea. Mas…isso serão temas para outras escritas, quem sabe!

De momento, quero partilhar convosco as minhas experiências neste formato de poesia que me intrigou. Tentei fazer FIB com sílabas métricas e palavras, chegando mesmo a fazer um ou outro com inversão dos números (limitei-me ao 5 e foi daí para trás); qual acham que funciona melhor?


pensamentos
constantes
procurando respostas
chegam mais dúvidas
não sei parar de pensar.
– 28.03.2017-
(fibonacci de palavras)

tantos caminhos abertos
tantas opções
dúvidas
indecisões.
– 28.03.2017 –
(fibonacci de palavras, em ordem inversa)

ser
mais
ser plena
ser capaz finalmente
saber que quero e como!
– 28.03.2017 –
(fibonacci de palavras)

sou.
sim
estou
enfim eu,
plena de questões.
– 28.03.2017 –
(fibonacci de sílabas métricas)

tantas paixões me assolam assim
tantas ânsias enfim
querer mais
fazer,
ser.
– 28.03.2017 –
(fibonacci de palavras, em ordem inversa)

Bem, agora fiquei com vontade de voltar aos poemas, de voltar a tentar haiku… veremos o que sai daqui!

IberAnime!Lx 2017 – Uma experiência! (agora com vídeos!)

Oasis Voices – o concerto

Já está online o vídeo integral do concerto de Dezembro do  Grupo Coral onde canto, o Oasis Voices. Foi uma noite mágica e muito especial para todos nós; alguns por ser a primeira vez que cantavam connosco, outros por irem fazer as suas estreias a solo, todos por estarmos a cantar, juntos, e a mostrar o trabalho que temos feitos às nossas famílias, amigos e curiosos que nos foram ver.

Vejam aqui e digam-me(nos) o que acharam:

P.S. – Estamos de portas abertas a convites para actuações e também a novos membros!

Productive weekend

Been a nice couple of days, this weekend. I got a lot of stuff sorted out, from my papers, finance and clothes; I wrote, I crocheted, I read, I cooked and cleaned; I made sense of all electronics and cables I had lying around.
I had some fun times with my guy, got a phone call from a good friend from my home town, a visit from my bestie that lives across the street (sort of), I watched some good shows.

I am feeling generally well and good about myself, even though I feel lazy and wish the weekend had an extra day – in between Saturday and Sunday, for instance. On the other hand, I feel the urge to get things done; like planning out some blogging, writing some more on my stories – sorting out the structure to my JAFF project and getting it going, letting my curiosity about photography develop, etc. Many things.

Another thing I started doing this week, which I expect to keep up throughout the year and into the future, was practicing writing with my non-dominant hand. I think it will be an interesting exercise for my brain, as well as the meditation I have been trying to make a habit of mine (I have been slacking out a bit, especially on weekends, but I intend to keep on doing my 10 minutes during either my morning or evening commute).

I am also getting back to my physical exercise, rejoining yoga classes next Tuesday after a couple of months that I was unable to attend – in which I actually noticed the difference with the absence of this routine I was developing.

A few more plans for the upcoming year, hopefully to continue beyond that, that I’ll share as it goes along. Let’s hope this momentum I have keeps up!

How about you guys, how has this first week of the year been?

Bisous!

10 dias de Mindfulness para um Fim de Ano sereno IX

O dia 9 foi o mais difícil até ao momento. Erro e culpa apenas meus – a inteligência rara que vos escreve decidiu que ia experimentar os 10 minutos de meditação logo ao início da rotina matina, antes até do café! Não correu bem.
Sonolenta e sem foco, mas me apercebi do que se estava a passar, a mente viajou, irritei-me. Que frustração!

Todo o princípio deste exercício pareceu-me ficar derrotado, com esta vaga de ira comigo mesma por este erro e esta falha. Depois, apercebi-me que os 8 dias anteriores deram frutos e foram eficazes: libertei-me das emoções e pensamentos que teimavam em circular incessantemente na minha cabeça mais rapidamente do que o que estou habituada, simplesmente deixando-os ser, reconhecendo-os e deixando-os ir. Foi bom.

Ajudou igualmente a reconhecer a solução para este percalço: em vez de seguir para o dia 10, vou repetir o dia 9. Quero rever a animação, quero ouvir novamente as instruções, quero submergir nos 10 minutos que tanto bem me têm feito. De manhã, não consegui – a tecnologia não quis colaborar comigo. Pensei em fazê-lo na hora de almoço, mas coisas foram adiando tudo. Fica para a viagem de regresso.
Depois conto-vos como foi, este bis do dia 9. E fica o dia 10 para o último dia do ano!

Bisous!