– Apenas um dia –

Ao fundo o som de grilos e cigarras
como a banda sonora que nos falta
permeamos os silêncios com suspiros
para disfarçar quando o coração salta.
Tudo a nu
desejo cru que nos impele
foge o ar do peito
fica tudo à flor da pele.
Arrastam-se lânguidos
ao sabor da maré
saboreando-se entre gemidos
renegando qualquer fé.
Selvática dança de corpos
em desenfreada coreografia
errática canção de espíritos
dois num só por um só dia.

Agosto, 2011

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s